Big Thief: conheça as carreiras solo de Adrianne Lenker, James Krivchenia e Buck Meek


Big Thief
Foto: Josh Goleman / Divulgação
Ouça o novo single do rapper Balta!

 

Nos últimos anos, o mundo da música viu o nascimento e a consolidação do Big Thief, que surpreende de forma positiva os fãs e a crítica a cada trabalho lançado.

A banda liderada pela vocalista Adrianne Lenker já construiu uma discografia repleta de clássicos, comprovando a impressionante capacidade de produzir hits instantâneos e estar sempre, de forma merecida, entre os melhores do ano.

O quarteto americano acaba de comprovar isso mais uma vez com o novo e já elogiado trabalho intitulado Dragon New Warm Mountain I Believe in You, com direito a uma super entrevista aqui no Tenho Mais Discos com o baterista James Krivchenia falando sobre o processo de criação do disco.

Mas não é no só no Big Thief que os integrantes têm nos presenteado com excelentes músicas que ficam no repeat.

Adrianne Lenker, o guitarrista Buck Meek e o baterista James também andam produzindo materiais de muita qualidade em suas respectivas carreiras solo, que merecem atenção especial pra quem é fã da banda (e também pra quem não é).

Com tudo isso, o Big Thief se transforma em um alento da nova geração de músicos e compositores, provando que quantidade pode sim ser qualidade.

Abaixo, selecionamos um disco solo de cada integrante para você mergulhar ainda mais no universo do grupo!

1. James Krivchenia – A New Found Relaxation (2020)

O baterista do Big Thief já explica no título do que se trata seu último lançamento solo: um disco inteiro composto por ambientações, distorções, climas e desenhos sonoros.

Como ele mesmo explica em seu perfil no Bandcamp, são vários fragmentos através de horas de giros de botões em seu computador que deram resultado a mais esse disco.

Antes desse trabalho, James havia lançado No Comments, em 2018.

2. Buck Meek – Two Saviors (2021)

O guitarrista Buck tem 4 lançamentos em sua carreira solo, sendo dois deles em parceria com a vocalista Adrianne Lenker — a-sides e b-sides, ambos de 2014.

Após o ótimo disco de 2018 que leva o seu nome, Meek lançou Two Saviors em 2021, onde mergulha com a sua voz anasalada e o seu violão em composições marcantes calcadas no folk, trazendo um trabalho recheado de refrães marcantes e melodias belíssimas.

3. Adrianne Lenker – Songs (2020)

A carreira solo de Adrianne Lenker é mais uma comprovação do espantoso talento da vocalista do Big Thief: composições primorosas somadas a uma leva certeira de refrães, além de muito bom gosto nos simples arranjos e boas letras.

São 6 discos (contando os dois em parceria com Buck) que foram se aprimorando ao longo do tempo paralelamente à brilhante carreira de sua banda, até que em 2020 o disco Songs nasceu e, com méritos, obteve críticas positivas da mídia por todo o mundo.

Songs traz a característica voz de Adrianne e seu violão ao longo de 11 faixas. Entre elas, se destacam “two reverse”, “anything” e “zombie girl”.

Um disco para ouvir do começo ao fim e ser hipnotizado pelas linhas de violão que fazem cama para as letras pessoais que gritam como um diário de confissões íntimas sendo rasgadas ao vento. Realmente espetacular!

Ouça o disco da Zé Bigode Orquestra!

 





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,377SeguidoresSeguir
19,800InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles