Brasil passa a registrar fechamento de vagas de empregos formais em 2020 após nova revisão de dados


Mais de 190 mil vagas teriam sido fechadas no país; mesmo após outra revisão ocorrida em novembro, saldo ainda era positivo

Arquivo/Agência Brasil Saldo positivo já havia sido cortado pela metade em novembro, e agora passou a ficar negativo

O Ministério do Trabalho e Previdência revisou mais uma vez nesta terça, 30, os dados de geração de empregos com carteira assinada em 2020, e passou a indicar que mais vagas foram fechadas do que abertas no ano passado, ao contrário do que havia sido divulgado inicialmente. Agora, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que 191.502 empregos formais deixaram de existir no Brasil em 2020. Na primeira divulgação, em janeiro, o governo informou que 142.690 empregos haviam sido criados; após primeira revisão em 3 de novembro, o número havia caído para 75.883, mas ainda era positivo.

“Destaca-se que revisões de bases de dados são naturais, ainda mais em contextos de transição ou de situações atípicas como a de uma pandemia, sendo realizadas por diversos órgãos e institutos de estatísticas no mundo todo”, afirmou o Ministério, em nota técnica. Segundo a pasta, as atualizações ocorreram a partir de três coisas: declarações fora do prazo das empresas, majoritariamente pertencentes ao Simples, do eSocial a partir de maio de 2021; exclusões de informações de admissões e demissões que possam ter sido reportadas equivocadamente pelas empresas; e adequação na consolidação dos dados do eSocial com as declarações feitas no sistema do Caged.





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,430SeguidoresSeguir
20,000InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles