Chuvas deixam ao menos três mortos e destroços no Paraguai


Capital Assunção sofre com o temporal desde terça-feira; entre os mortos está uma criança

Reprodução/ TelefuturoEnchentes atingiram a capital, Assunção, na terça-feira

Ao menos três pessoas morreram, entre elas uma criança, e diversos destroços foram deixados pelas chuvas que caíram nas últimas horas no Paraguai, informaram autoridades e serviços de emergência nesta quarta-feira, 23. Chuvas torrenciais com ventos fortes afetaram diferentes regiões do país, especialmente Assunção, que na noite de terça-feira sofreu inundações. No meio da tempestade, um homem de 34 anos perdeu vida ontem na cidade de San Lorenzo, no departamento Central, soterrado por uma das paredes da própria casa, de acordo com a imprensa local. A polícia confirmou que uma menina de dois anos morreu depois de ter sido levada pelas águas das cheias em Ciudad de Este, a cerca de 300 quilômetros de Assunção, onde inúmeras estradas permaneceram inundadas após as chuvas. Um homem com cerca de 50 anos foi a terceira morte confirmada. A vítima caiu em um riacho provocado pelas chuvas na cidade de Villeta, a cerca de 27 quilômetros da capital, segundo os bombeiros.

Diversas casas, escolas e centros de saúde em várias cidades, assim como uma penitenciária no departamento de San Pedro, perderam parte dos telhados durante a tempestade. Uma fonte da Secretaria Nacional de Emergência (SEN) disse à Agência Efe, sem dar detalhes, que foram recebidos relatórios de danos nos departamentos de San Pedro, Concepción e Central. O ministro interino da SEN, Miguel Kurita, lamentou em declarações à estação de rádio “ABC” que as famílias mais vulneráveis são as que “sofrem mais danos”. Kurita descreveu como “o maior problema” os riachos de água que se formaram como resultado da tempestade. Em meio à emergência de terça-feira em Assunção, dezenas de camponeses que tinham ido à capital para participar de um protesto convocada para a quinta-feira se refugiaram na Estação Ferroviária Central, agora um museu.

A Direção de Meteorologia e Hidrologia revelou que um “sistema de tempestades” afetou o centro, sul e leste da região oriental do país, onde se encontra Asunción. Segundo a entidade, a precipitação intensa provocou a acumulação de “mais de 50 milímetros” de água em cerca de 20 minutos em algumas cidades do departamento Central. Shows internacionais precisaram ser cancelados, inclusive de artistas que se apresentarão no Lollapalooza Brasil no final de semana. A cantora norte-americana Miley Cyrus passou sufoco no avião, quando a aeronave passou dentro de uma grande tempestade e foi atingida por um raio.

*Com informações da EFE





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,334SeguidoresSeguir
19,700InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles