Copa da Inglaterra: Cristiano Ronaldo perde pênalti e United é eliminado para time da segunda divisão


Craque português teve chance de dar a vitória aos Reds Devils no tempo normal; equipe caiu nas penalidades

Reprodução/ Instagram @ManUtdCristiano perdeu pênalti em tempo normal, e United foi eliminado nos pênaltis

O Manchester United podia comemorar nesta sexta-feira, 4, uma grande goleada sobre o Middlesbrough na Copa da Inglaterra. Mas o time desperdiçou muitas oportunidades de gols, até um pênalti com Cristiano Ronaldo no tempo normal, e após 1 a 1 em 120 minutos de bola rolando, caiu para o time da 2ª divisão após 8 a 7 nas penalidades. Depois de 15 cobranças certeiras, Elanga mandou por cima do travessão e o Middlesbrough comemorou uma vitória em mata-mata da Copa da Inglaterra em Old Trafford após 89 anos. Fazendo campanha ruim no Inglês, com 19 pontos atrás do líder Manchester City, o United dá adeus à Copa da Inglaterra e agora terá de investir tudo na Liga dos Campeões, na qual faz duelo das oitavas contra o Atlético de Madrid. No campo, um United bastante ofensivo com Pogba de volta, Bruno Fernandes, Sancho, Rashford e Cristiano Ronaldo formando um quarteto na frente e Henderson ganhando oportunidade no gol com o técnico Ralf Rangnick poupando o titular De Gea.

Com ânsia de abrir logo o marcador, o United saiu ao ataque. E foi acumulando chances claras, desperdiçadas na mesma proporção. A maior delas em pênalti sofrido por Pogba. Cristiano Ronaldo ajeitou e mandou para fora. O lance não comprometeu o desempenho do United, que continuou pressionando atrás do primeiro gol. Em lançamento do campo de defesa de Bruno Fernandes, Sancho dominou pela esquerda e bateu para o gol. A bola desviou no marcador e terminou no fundo das redes aos 24 minutos. Rashford teve um gol anulado por impedimento e outra chance na qual errou o alvo, e Bruno Fernandes, nome do primeiro tempo, perdeu na cara do goleiro, levando apenas a vantagem mínima ao intervalo diante de um apático Middlesbrough.

A volta para o segundo tempo teve novas falhas e bola no travessão. Os visitantes precisavam empatar e, em contragolpe com polêmica, chegaram ao 1 a 1. Invertida de bola da direita para a esquerda para Waltmore, que deixa a bola bater em sua mão no domínio. Henderson para pedindo a falta, enquanto o atacante bate por cobertura e vê Crooks empatar de carrinho. Apesar dos protestos pela mão na bola, o VAR confirmou o gol. Fosse Waltmore o atacante do empate, o lance seria impugnado pela regra. A bola bateu na mão sem querer e como foi o companheiro quem anotou, o lance acabou validado. Castigo para quem desperdiçou muitas chances.

O jogo foi para a prorrogação e o United não conseguiu ameaçar o gol do Middlesbrough no primeiro tempo. Henderson fez defesa no susto no segundo tempo, com atacante frente a frente e salvou o United. Lumley fez uma única defesa do outro lado no tempo extra. A vaga ficou para os pênaltis. O Middlesbrough abriu a série com precisão. As equipes foram batendo bem até 4 a 3, quando Cristiano Ronaldo foi para a cobrança, sob pressão. O astro, desta vez, bateu bem. Bamba e Bruno Fernandes também bateram bem e a série foi para as cobranças alternadas. Após cinco acertos, Elanga pegou pouca distância e bateu para o alto, para festa do time da 2ª divisão.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,381SeguidoresSeguir
19,800InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles