Em protesto contra o Spotify, banda lançará disco com 1000 músicas de 30 segundos; entenda


tomasi via Pixabay“>Foto stock do Spotify
Foto por tomasi via Pixabay
Inscreva-se no canal do TMDQA! no Telegram

 

A banda The Pocket Gods não está tirando suas músicas do Spotify, mas vai protestar contra a plataforma de uma forma bem inovadora.

Inspirados em um artigo que fala sobre o modelo de pagamento do serviço, que contabiliza uma reprodução depois de apenas 30 segundos de música, os caras resolveram criar um disco de 1000 músicas com cada uma das faixas tendo exatos 30 segundos. O frontman do grupo, Mark Christopher Lee, explica:

  Eu vi o artigo e me fez pensar, ‘Por que escrever músicas maiores quando somos pagos essa mixaria com apenas 30 segundos?’.

Nós escrevemos e gravamos 1000 músicas, cada uma com um pouquinho mais de 30 segundos para o álbum. A mais longa tem 36 segundos. É pensado para aumentar a conscientização com relação à campanha por pagamentos justos de royalties.

O trabalho se chamará 1000×30 – Nobody Makes Money Anymore, que se traduz para algo como 1000×30 – Ninguém Mais Ganha Dinheiro, uma referência clara ao modelo de negócios do Spotify. Outra referência aparece no título da faixa “0.002”, número que representa o quanto é pago pela empresa por stream.

Lee explica isso aproveitando para cutucar as decisões recentes da plataforma, que vem envolvida em diversas polêmicas por conta do podcast de Joe Rogan:

Nós costumávamos ganhar 0,007 centavos por reprodução, ainda era uma esmola mas parece ter sido reduzido uma vez que o Spotify comprou o podcast Joe Rogan Experience por 100 milhões de dólares.

Por fim, o músico enalteceu a empresa como um “grande recurso musical que permite que bandas independentes lancem suas músicas sem gravadoras” e ressaltou que é “a favor da liberdade da expressão”, sendo contra o boicote ao Spotify mesmo sendo “um fã gigantesco de Neil Young“, mas deixou claro que sua banda “só quer conscientizar sobre a questão dos royalties”.

Ainda não há informações sobre uma possível data de lançamento para o álbum em questão.

Spotify

Como você já deve estar sabendo, Neil Young se afastou do serviço de streaming por conta dos posicionamentos de Joe Rogan; de acordo com ele, o podcaster vem espalhando desinformações sobre a COVID-19 em seu programa.

Aliás, ele passa longe de ser o único. Vários especialistas entenderam o posicionamento da plataforma como algo muito superficial, e nomes de diversos gêneros estão seguindo os passos do cantor de “Rockin’ in the Free World”. Entre os já citados aqui no TMDQA! estão a ótima India.Arie (R&B), o Failure (Rock Alternativo) e até a lendária Joni Mitchell (Folk).

Mais recentemente, foi a vez dos ex-companheiros de banda de Neil Young — Stephen StillsDavid Crosby Graham Nash se juntarem ao colega, deixando de lado até mesmo desavenças antigas para isso.

Por outro lado, nomes como Kat Von D, The Rock e Masked Wolf resolveram ficar do lado de Rogan. O mesmo aconteceu com o atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, como te contamos aqui.

LEIA TAMBÉM: Estudo mostra que 19% dos usuários do Spotify devem deixar a plataforma após polêmicas





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,379SeguidoresSeguir
19,800InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles