Lira suspende retorno presencial na Câmara por tempo indeterminado


Trabalhos deveriam ter retornado após o feriado de carnaval; votações remotas continuam

Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosPresidente da Câmara, Arthur Lira, adiou retorno presencial na Câmara

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), suspendeu por tempo indeterminado o retorno das sessões presenciais na Casa. O ato mantendo a deliberação remota foi publicado em edição extraordinária do Diário da Câmara dos Deputados neste sábado, 5. Inicialmente, o retorno das votações presenciais estava previsto para ocorrer após o feriado de carnaval. Agora, as votações remotas continuam. Nesse modelo, os parlamentares podem participar das sessões de forma presencial ou remota, inclusive quando votam em projetos. Com o funcionamento remoto, deputados indicam uma possibilidade menor de avanço de projetos polêmicos. Além disso, a decisão libera os parlamentares para continuar em seus redutos políticos em ano eleitoral. Lira justificou o ato em função pandemia de Covid-19. “Essa medida visa a diminuir a circulação de pessoas nas dependências desta Casa Legislativa, preservando a saúde não só dos parlamentares, mas também dos servidores e dos colaboradores, considerando os efeitos da pandemia”, diz a decisão. No Senado, as sessões continuam funcionando em um formato parecido, semipresencial. A diferença é que algumas decisões só podem ser deliberadas na Casa de forma presencial, como a indicação de autoridades para o Banco Central e agências reguladoras.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,377SeguidoresSeguir
19,800InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles