Operações de busca continuam em Petrópolis; número de mortos chega a 223


Corpo de Bombeiros segue em busca de desaparecidos; mais de 800 pessoas seguem desabrigadas por causa das fortes chuvas que atingiram a cidade

CARLOS SANTTOS/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDOBuscas por sobreviventes e vítimas continuam em Petrópolis

As buscas pelos cerca de 20 desaparecidos em razão do temporal que aconteceu na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro no último dia 15 de fevereiro e já fez mais de 200 mortes confirmadas continuam neste domingo, 27. Essa operação de busca e salvamento não tem prazo preciso para acabar, mas com base em outras experiências, os bombeiros acreditam que vão continuar nas áreas quentes, onde existe a possibilidade de haver sobreviventes ou corpos, por um período que varia de 1 mês e meio a 2 meses. A cidade ainda tenta se recuperar do temporal mais forte desde 1932 e da maior tragédia de toda sua história. O último balanço oficial apontava para 223 mortes, sendo que, desses óbitos, pelo menos 43 menores de idade. O clima ainda é de luto e consternação na cidade. São mais de 800 pessoas desabrigadas que estão sendo acolhidas em 14 pontos de acolhimento montadas por prefeitura e governo do Estado. O auxílio social será oferecido para essas e outras famílias que estão em casa de parentes. Já são mais de 2 mil famílias cadastradas para receber essa ajuda de R$ 1 mil. Deste total, R$ 800 virão do Governo do Estado e R$ 200 virão da prefeitura da cidade de Petrópolis. Cerca de 1.100 militares das forças armadas permanecem no município dando suporte às autoridades locais. Neste sábado, um funcionário da prefeitura ficou ferido após uma pedra rolar em uma UPA no momento em que ele estava participando de uma limpeza.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,334SeguidoresSeguir
19,700InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles