ROSALÍA traz Reggaeton sombrio e flerta com o Metal na nova “SAOKO”


ROSALÍA
Divulgação
Ouça a nova música lo-fi de Juliah com Aloizio

 

Ouça o single de Gus Nascimento!

 

Já faz um tempo que ROSALÍA é uma das artistas mais interessantes do planeta. Ao que tudo indica, essa tendência vai continuar em seu novo disco, MOTOMAMI.

Anunciado nesta sexta-feira (4), o álbum tem previsão de chegada para 18 de Março e incluirá o já lançado single “LA FAMA”, parceria com The Weeknd. Como um presente aos fãs, a cantora também divulgou mais uma prévia do que vem por aí e trata-se da excelente e inovadora “SAOKO”.

Apesar da canção trazer uma pegada bem próxima do reggaeton clássico, a artista flerta com algo mais pesado e sombrio na faixa. Em alguns momentos, o instrumental em um piano pra lá de distorcido lembra até os tempos de ouro de bandas como o KoRn, que exploravam bastante essa sonoridade.

O curioso processo criativo foi detalhado por ROSALÍA em um comunicado de imprensa, no qual citou também a perceptível influência do Jazz na canção:

Comecei a criar a batida de ‘SAOKO’ no piano do estúdio B da Eléctric Lady, em NY. Lembro como se fosse ontem. Era noite, e criar essa batida foi tão divertido quanto dirigir um Lambo. Logo distorci esse piano e acrescentei uma bateria reggaeton clássica que NaisGai havia me enviado há muito tempo, o que, por sinal, é algo muito especial para mim, porque essa sequência vem passando por produtores de uma geração para outra há algum tempo.

Antes de começar essa música, sempre pensava que queria ver toques de jazz em um reggaeton e samplear a icônica produção de Wisin y Yankee parecia a melhor maneira de realizar isso nesta canção. Agradeço também a Noah, David, Dylan e Uzi por compartilharem esse processo criativo comigo.

Ela complementou sua fala com uma explicação sobre a letra de “SAOKO”:

Se você olhar de perto, as letras giram em torno do mesmo conceito: transformação. Cada uma das frases nas letras das músicas são imagens de transformação. Celebrando a transformação, celebrando a mudança. Celebrar o fato de sempre sermos nós mesmos, mesmo estando em constante transformação. Ou até o fato de que somos nós mesmos, mais que nunca, no exato momento em que tudo está mudando.

Assista ao clipe logo abaixo!

ROSALÍA – “SAOKO”





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,430SeguidoresSeguir
20,000InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles