“Tristeza e vergonha”: Ed Motta pede desculpas após xingar Raul Seixas


Ed Motta pede desculpas a Raul Seixas

Há alguns dias nós falamos por aqui sobre como Ed Motta resolveu causar em suas lives.

Por lá, o cara tem respondido perguntas de fãs e resolveu disparar uma verdadeira metralhadora de palavras grosseiras contra nomes lendários como Johnny Cash e Raul Seixas.

Pois bem, agora o cara parece estar pelo menos parcialmente arrependido, já que em seu canal de YouTube publicou um vídeo intitulado “Desculpas a Raul”.

Nesse depoimento, Ed Motta usa um argumento bastante comum a quem tem que se retratar após falar demais no YouTube: a duração do vídeo em questão.

Segundo ele, os cortes foram feitos a partir de uma live de 7 horas, o que justificaria a forma como ele foi “sincero” e se direcionou aos músicos.

Ed Motta pede desculpas

Falando diversas vezes sobre as tais das 7 horas antes de entrar em mais detalhes, Ed Motta ainda diz que não tem como objetivo “ganhar likes” ou aumentar o número de seguidores e “vender mais shows e discos”, já que se fosse assim, “faria música voltada para isso”.

Após essa introdução de quase 4 minutos, Ed Motta afirma que ficou muito decepcionado com ele mesmo, não pelas opiniões, já que é contra a forma como funciona o mercado da música, mas sim pela forma como as expressou:

Eu gostaria, assim, sinceramente, duas coisas muito importantes.

Pedir perdão, mas peço perdão sem, não é… peço perdão mesmo pela forma agressiva e grosseira que eu falei do Raul Seixas.

Eu posso ter uma opinião sobre ele, eu posso ter uma crítica sobre ele, sobre o fato dele ter trabalhado… dele ter sido produtor de discos. Eu tenho críticas a quem é produtor de discos. Eu tenho um direito a isso.

O motivo do assunto mais importante aqui é Raul Seixas. E não é porque, ‘poxa vida, os fãs de Raul Seixas vão gritar no meu show’, não é nada disso gente. Poxa gente, se gritar eu vou entender, e ainda vou me sentir feliz e honrado. Não é isso. Não é isso mesmo.

É vergonha. É tristeza. Eu fiquei triste.

A partir daí, o músico que não gosta de produtores musicais falou sobre como a “cajadada final” foi ler um depoimento da filha de Raul, afirmando:

Antes de ler, obviamente, o depoimento da filha do Raul Seixas, que isso foi a cajadada final de tristeza e de vergonha… de falar, ‘puxa vida’, a gente não imagina isso quando você fala uma… não é uma bobagem exatamente, mas tudo bem, vamos lá, uma ‘bobagem’, né.

Você não imagina, eu dentro da minha estupidez, inocência e sinceridade, porque a sinceridade é uma espécie de estupidez, né.

Você não imagina isso, então, puxa, a filha do Raul Seixas… eu fiquei, ‘que vergonha… que vergonha, sabe’.

Então eu peço perdão a você, não só a você, mas a toda família do Raul Seixas pela forma que eu falei desse artista que eu conheci uma vez pessoalmente numa situação completamente adversa, assim.

Eu não tenho nada contra a pessoa dele, nada. Nunca encontrei com ele, nada. O que eu falei é uma outra coisa que eu to errado em abrir meu microfone aqui e esbravejar pro planeta. Eu to errado.

Continua após o vídeo

Perdão a um grande fã

Outra pessoa para quem Ed Motta se desculpa é Sylvio Passos, criador do primeiro fã-clube oficial de Raul Seixas no Brasil e radialista na rádio Fluminense 94,9 que tinha inclusive um programa sobre o saudoso artista na programação:

Poxa, bicho. Sylvio, falo pra você, cara. Junto com a coisa toda, a coisa mais triste pra mim foi que o primeiro vídeo de reação ao que eu falei foi seu, né?

Aí quando eu vi eu falei, ‘poxa, o cara tá chateado com o negócio que eu falei do Raul Seixas, é óbvio né’.

Aí eu to vendo aquilo e pensando, ‘poxa, esse cara é o Sylvio Passos, o cara que tem um fã-clube do Raul Seixas há anos’. Ô Sylvio, cara, eu peço perdão a você. Cara, eu fiquei, de tudo isso, mermão, tá? Junto com a família do Raul Seixas, a coisa que eu fiquei mais triste foi ver você chateado.

Eu nem te conheço, mas eu sei da tua seriedade e da tua lealdade à obra do Raul Seixas. Não importa minha opinião.

Eu fiquei triste demais. Foi o que me deixou… olha, não é demagogia. Fora a vergonha que eu passei com a família do Raul Seixas, a maior tristeza que eu passei foi ter deixado Sylvio Passos chateado comigo. E com razão. Ele estava com razão, com 100% de razão.

Você pode assistir ao vídeo logo acima.





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,334SeguidoresSeguir
19,700InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles