‘Um salto para os evangélicos’, diz Mendonça após aprovação para o STF


Novo ministro agradece a Deus, ao presidente Jair Bolsonaro e à Frente Parlamentar Evangélica pelo cargo

MATEUS BONOMI / AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA / ESTADÃO CONTEÚDOAndré Mendonça passou por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta quarta, 1

Aprovado pelo Senado para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça celebrou a aprovação agradecendo a Deus e afirmando que é um grande passo para a comunidade protestante no Brasil. “A primeira reação foi dar glórias a Deus por essa vitória. É um passo para um homem, mas na história dos evangélicos do Brasil é um salto. Um passo para o homem, um salto para os evangélicos”, afirmou, após a votação. Mendonça também agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro (PL) pela indicação, aos parlamentares da Frente Evangélica pelo apoio e aos outros senadores que votaram a favor do seu nome.

O ex-AGU se dirigiu aos evangélicos mais de uma vez. “Nós queremos dizer ao povo brasileiro que o povo evangélico tem ajudado esse país e que quer continuar ajudando esse país, trabalhar por esse país e fazer desse país uma grande nação, fazer da Justiça brasileira uma referência, fazer com essa realidade se concretize cada dia mais e, ao final, dar esperança ao nosso povo”, disse. Mendonça teve de esperar mais de quatro meses até sua indicação ser apreciada pelo Senado – a razão é que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP) não marcava a sabatina, passo obrigatório antes da votação no plenário. Nesta quarta, 1, a sabatina finalmente aconteceu e o nome de Mendonça foi aprovado na CCJ e no plenário. Ele foi a segunda indicação de Bolsonaro a ser aprovada para o STF – o primeiro foi Kassio Nunes Marques, em 2020.





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,434SeguidoresSeguir
20,000InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles