‘Vencedor vai representar o PSDB em processo de construção interna’, diz Bruno Araújo


Votação das prévias foi encerrado às 17h deste sábado, 27; resultado deve ser divulgado por volta das 18h

Valter Campanato/Agência BrasilBruno Araújo é o presidente nacional do PSDB

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou, na tarde deste sábado, 27, que o vencedor das prévias irá representar o partido em um processo de “construção interna” e consolidação de uma candidatura de centro competitiva para disputar as eleições de outubro do ano que vem contra o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os dois postulantes que lideram as pesquisas de intenção de voto. A votação foi encerrada às 17h e o resultado deve ser divulgado por volta das 18h.

“O importante é que o PSDB dá demonstração de firmeza, da qualidade de seus quadros. Chegamos ao fim de um processo que entrega a estes três homens públicos a maior benção que um homem público pode ter: a confiança do voto. Aquele que obtiver o maior número de votos vai representar todos nós no processo de construção interna e de definir um candidato de centro robusto, confiável, com espírito público, para reconciliar e unir o país”, disse em rápida coletiva de imprensa. Questionado sobre a crise interna que se acentuou após a suspensão da votação, em razão de um problema no aplicativo desenvolvido para o pleito, Araújo afirmou que “só corre risco quem inova e assume pioneirismos”. “O PSDB assumiu o pioneirismo de ser o primeiro partido no Brasil a estabelecer, de forma interna, a democracia. Não são mais quatro [dirigentes] que, em uma mesa, definem o candidato [do partido à Presidência]. São milhares que definem em um processo de discussão democrática”, acrescentou.

Os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, que polarizam a disputa, também fizeram uma avaliação dos desafios que o tucano vencedor terá pela frente. “Defesa do emprego, da oportunidade, da saúde, do meio ambiente, das reformas. É este o caminho que desejamos. Certamente faremos uma grande coalizão de todos os partidos que queiram seguir dentro dessa mesma linha. Aquele que vencer estará legitimado e, ao lado do presidente Bruno Araújo, poderá iniciar este bom entendimento. Estaremos juntos, seja quem for o vencedor”, disse o gestor paulista. Leite, por sua vez, pregou união do PSDB para que o partido possa disputar, de forma competitiva, contra “os populistas bons de bico do outro lado, que geraram no país uma divisão”.

“Em um processo eleitoral, acentuamos o debate sobre diferenças. Mas a real diferença que temos são com os populistas bons de bico do outro lado, que geraram no país uma divisão, que tem gerado prejuízos enormes à população. Passado esse processo, tenho absoluta tranquilidade de que saberemos estar juntos para fazer o enfrentamento dos reais adversários do brasil: inflação, desemprego, fome, baixo crescimento econômico. O PSDB teve discussão e momentos de acirramento porque só nos fizemos o debate. Fizemos isso publicamente, diante dos nossos filiados, diante da população. Aquecemos as nossas baterias para entrar em campo em um processo eleitoral que será renhido. Estaremos juntos, porque estamos do mesmo lado: a favor da população, para enfrentarmos os problemas do Brasil”, afirmou o gaúcho.





Source link

Related Articles

Stay Connected

22,952FãsCurtir
3,430SeguidoresSeguir
20,000InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles